Vencedores dos PNBD 2018 - Prémios Nacionais de Banda Desenhada


Já foram atribuídos no decorrer do festival Amadora BD, que se realiza até o dia 11 de Novembro, os Prémios Nacionais de Banda Desenhada de 2018 (PNBD). Parabéns aos vencedores:

PNBD – Melhor Álbum Português
“Comer Beber”, de Filipe Melo e Juan Cavia, Tinta da China

PNBD – Melhor Argumento para Álbum Português
Filipe Duarte Pina, “Monstros” do álbum “Silêncio”, “Silêncio”, The Lisbon Studio + G.Floy + Comic Heart

PNBD – Melhor Desenho para Álbum Português
Marta Teives, “Os Regressos”, Polvo

PNBD – Melhor Autor Português em Álbum Original de Língua Estrangeira 
Jorge Coelho, “Robocop: Citizens Arrest”, Boom Studios

PNBD– Melhor Álbum de Autor Estrangeiro
“Uma Irmã”, de Bastien Vivès, Levoir

PNBD – Melhor Álbum de Tiras Humorísticas
“Bartoon 25 Anos”, Luís Afonso, Arranha-Céus + Público

PNBD – Prémio BDs Clássicas da 9ª Arte (edição original há mais de 10 anos)
“Nonnonba”, de Shigeru Mizuki, Devir

PNBD – Melhor Ilustrador Português
Susa Monteiro, “Sonho”, Pato Lógico

PNBD – Melhor Ilustrador Estrangeiro
Marjolaine Leray, “Um Capuchinho Vermelho”, Orfeu Negro

PNBD – Destaque do Júri para Clássicos da Ilustração
Kjelle Ringi, “O Estranho” de 1968, Bruaá
Ezra Jack Keats, “Um Dia de Neve” de 1962, Orfeu Negro

PNBD – Melhor Fanzine
“Eros 11”, editado por Geraldes Lino, Eros


PARTILHAR:

MAIS MENSAGENS